pet-blog

6 cuidados essenciais com a alimentação do seu gato

6 cuidados essenciais com a alimentação do seu gato

Algumas das principais dúvidas de quem adota e cria gatinhos é sobre a alimentação dos nossos companheiros felinos. Afinal, não é todo mundo que dá apenas ração para o seu bichano.

Gatos gostam de peixes e leite na tijela? Como fazer para que o bichano tome água regularmente? Para esclarecer essas e outras dúvidas, preparamos uma série de dicas para você garantir que o seu gato esteja bem alimentado e saudável. Confira!

1) Rações secas são boas, mas não são tudo

Racão secaGeralmente, os donos constumam alimentar seus gatos com pacotes de rações secas: esse produto é eficiente, pois possui todos os nutrientes que os gatinhos precisam. Apesar disso, a ração é muito pobre em água.

Por isso, além da ração seca, procure servir aos seus bichinhos rações “úmidas”, aquelas que são encontradas em latas ou em sachês, que possuem cerca de 80% de água. Um gato bem hidratado é mais bem protegido contra infecções urinárias.

2) Comida caseira só com receita

Comida caseira só com receitaNem todas as pessoas se sentem seguras com alimentação industrializada, por isso preferem dar aos seus gatinhos comida feita em casa. No entanto, é preciso garantir que o que será servido aos felinos faça parte de uma dieta balanceada, atendendo às necessidades nutricionais de cada animal de acordo com o seu peso, tamanho e idade. Caso opte por fazer você mesmo a comida do seu gatinho, procure um médico veterinário para receitar uma dieta adequada.

3) Caixa de areia longe do alimento

Caixa de areia longe do alimentoGatos são animais extremamente higiênicos e não irão se alimentar próximo ao local em que fazem as suas necessidades. Matenha uma boa distância entre as tijelinhas de comida, a água e a caixinha de areia.

4) Água sempre disponível

Água sempre disponívelGatos são bastante criteriosos quando o assunto é água. Por isso, não se esqueça de ajudá-los nesse quesito. Espalhe vasilhas pela casa e troque o líquido regularmente: gatos preferem água fresca.

Alguns animais também só se hidratam com água corrente, por isso alguns donos costumam abrir uma torneira da pia do banheiro ou da cozinha para seus bichinhos matarem a sede. O perigo desse comportamento é que a água de bica não é filtrada, o que pode acarretar em doenças para o seu bichinho. Uma boa alternativa é procurar fontes feitas para gatos, que irão manter a água filtrada sempre em movimento.

5) Mitos

MitosSei que você já viu mil e um gatos de cinemas e de histórias em quadrinhos implorando por uma tijela de leite. O problema é que gatinhos de verdade, em especial os adultos, não se dão bem com o leite que bebemos, já que têm dificuldade em processar a lactose.

Também não acredite que gatos possam viver apenas de peixes crus, como o atum. Esses alimentos até podem ser servidos ao seu bichinho, misturados à ração, mas nunca sozinhos, já que não possuem todos os nutrientes que os gatos precisam.

6) A alimentação correta

Alimentação corretaComo já dissemos, gatos podem ser muito criteriosos quando o assunto é comida: se eles sentirem mudanças bruscas no que está sendo servido, podem se recusar a comer. Por isso, quando você precisar se ausentar, procure um hotel para gatos ou um pet sitter que siga, estritamente, a dieta que você apontar como a que seu bichinho está acostumado.

Tem alguma dica para deixar o seu gatinho sempre bem alimentado e com a saúde em dia? Conte para a gente no espaço para comentários!